• 6 custos do condomínio com funcionários próprios

    02 de outubro de 2018

    Você já parou para calcular os custos do condomínio com funcionários próprios? Apesar de contar com profissionais contratados há muito tempo, muitos síndicos nunca tiram um momento para compreender melhor o impacto que essas contratações possuem no orçamento de seus condomínios.

    Essa é uma questão que ganha ainda mais importância por conta da forte tendência da terceirização desses serviços – substituindo os funcionários próprios por profissionais terceirizados. No momento de tomar essa decisão, é fundamental que o síndico coloque no papel os custos totais dos funcionários para o condomínio.

    Ao longo deste artigo veremos 6 custos do condomínio com funcionários próprios e uma comparação com a terceirização. Acompanhe.

    6 custos do condomínio com funcionários próprios

    O grande problema dos custos do condomínio com funcionários próprios é que eles vão muito além do pagamento do salário todos os meses – criando uma falsa ilusão de que os gastos são menores do que realmente são. Para que você consiga fazer uma análise mais precisa, vamos abordar as despesas mais comuns:

    1. Salários e adicionais

    Conforme acabamos de ver, o custo dos salários é o mais lembrado pelos síndicos no momento de avaliar os custos do condomínio com funcionários próprios. Além dessa despesa, também é preciso considerar eventuais pagamentos adicionais – como horas extras ou adicional noturno.

    2. Faltas e afastamentos

    Nos casos em que um funcionário precisa faltar ou se afastar do trabalho, o síndico fica com um grande problema em mãos: é necessário reajustar os horários de outros funcionários (e pagar horas extras), contratar um novo funcionário ou então os serviços de um profissional autônomo.

    Além de ser uma situação complicada, é preciso encarar que ela também envolve diversos custos para o condomínio. Já os condomínios que optam pela terceirização dos serviços não precisam lidar com esses custos, pois quando um funcionário não pode comparecer ao trabalho a empresa terceirizada envia outro profissional em seu lugar.

    3. 13º salário e férias

    Além dos salários regulares de um funcionário que são pagos durante todos os meses do ano, também existe um custo extra com o 13º salário e férias dos funcionários. Portanto, esse é outro dos custos do condomínio com funcionários próprios que deve entrar no seu cálculo.

    4. Recrutamento e capacitação

    Quando você contrata um novo funcionário, precisa arcar com despesas de recrutamento para selecionar os melhores candidatos. Após feita a contratação, também pode ser necessária uma capacitação para que ele fique apto para desempenhar um bom trabalho.

    Essa é outra preocupação que deixa de ser do síndico nos casos de terceirização. Além de eliminar esses custos, você pode ficar seguro de que os serviços serão prestados por profissionais capacitados e competentes.

    5. Burocracia dos funcionários

    Para contratar um funcionário, é necessário assinar a sua carteira de trabalho e obedecer diversas exigências legais – como o recolhimento de encargos previdenciários e FGTS. Para colocar tudo isso em prática, grande parte dos condomínios também precisam encarar os custos de um escritório de contabilidade.

    6. Rescisão contratual

    Um funcionário contratado não está prestando um bom serviço e você pensa em demiti-lo? Nesse caso, será preciso pagar os custos da rescisão contratual – além de ter, novamente, despesas com recrutamento e capacitação.

    A terceirização é uma opção mais benéfica para o condomínio?

    A terceirização ganha muita força entre os condomínios brasileiros por conta dos altos custos necessário para manter funcionários próprios. Trata-se de uma ótima alternativa não só para reduzir despesas, mas também para garantir um serviço de qualidade e com continuidade – sem a necessidade de contratar novos funcionários a todo instante.

    Conhecer com precisão todos os custos do condomínio com funcionários próprios é muito difícil por conta da imprevisibilidade. Todos os meses podem surgir novos gastos e modificar completamente o orçamento do condomínio. Já com a opção pela terceirização, você sabe exatamente quanto precisa pagar mensalmente.

     

    Você já conhecia esses 6 custos do condomínio com funcionários próprios? Já considerou terceirizar todos os serviços necessários no seu condomínio? Deixe o seu comentário!