• Sem categoria

    6 tipos de controle de acesso para condomínios

    30 de outubro de 2018

    O controle de acesso para condomínios é fundamental para garantir a segurança e comodidade dos moradores. Por muito tempo, os condomínios adotaram apenas um profissional na portaria para realizar esse controle, mas com o avanço da tecnologia é possível encontrar outras soluções ainda mais eficientes.

    Qualquer que seja o tipo de controle de acesso utilizado, o objetivo é o mesmo: dificultar a ação de pessoas mal intencionadas e facilitar a vida dos moradores. O controle deve ser rígido com estranhos mas tornar prática a entrada dos moradores autorizados.

    Neste artigo veremos 6 tipos de controle de acesso para condomínios. Confira.

    A importância do controle de acesso

    O controle de acesso fica responsável pelo monitoramento de todas as pessoas que entram e saem do condomínio – permitindo apenas a movimentação livre das pessoas autorizadas. Quando esse sistema da forma correta, é possível obter diversos benefícios:

    • Aumento da segurança de todo o condomínio
    • Impossibilidade de acesso para pessoas não autorizadas
    • Possibilidade de criar listas de pessoas autorizadas em eventos
    • Rapidez no acesso para moradores, funcionários e outras pessoas autorizadas
    • Com o uso da tecnologia, é possível reduzir os custos com profissionais da portaria

    6 tipo de controle de acesso para condomínios

    O controle de acesso pode ser realizado tanto por um profissional que fica na portaria do condomínio quanto por tecnologias que automatizam o processo – sem a necessidade de intervenção humana. Veja quais são os 6 principais tipos de controle de acesso para condomínios:

    1. Portaria física

    A portaria física é realizada por um profissional contratado para ficar na portaria controlando o acesso dos moradores e visitantes ao condomínio. Como vantagem dessa forma de controle de acesso está a humanização da portaria e a possibilidade de explorar o porteiro para realizar outras atividades.

    Porém, a segurança do condomínio fica suscetível à falha humana nos casos em que o porteiro se descuida, deixa momentaneamente a portaria ou é rendido por pessoas mal intencionadas.

    2. Cartão de acesso

    O cartão de acesso é um dispositivo magnético que armazena as principais informações do seu portador – como o nome, documento de identidade e nível de acesso. Para acessar o condomínio, basta aproximá-lo de um leitor.

    Entre as suas principais vantagens estão a praticidade na utilização, a possibilidade de revogar os direitos de uso de moradores que deixam o condomínio e controlar o acesso a outras áreas do condomínio – como o salão de festas, piscina ou academia.

    3. Biometria

    A biometria é um sistema que utiliza a impressão digital, reconhecimento facial ou até mesmo a voz dos moradores para permitir o acesso ao condomínio. A grande vantagem desse dispositivo de controle de acesso é o alto grau de segurança – uma vez que é muito difícil realizar falsificações.

    4. Autenticação por senha

    A autenticação por senha não é uma tecnologia tão avançada quanto o cartão de acesso ou a biometria. Trata-se da utilização de uma senha (geralmente composta por algarismos numéricos) própria para cada morador que permite a entrada no condomínio. Entretanto, essa senha pode ser facilmente extraviada e colocar em risco a segurança do condomínio.

    5. Identificação automática de veículos

    Além do controle de acesso feito para a entrada no portão principal, também existem tecnologias que facilitam a entrada de veículos autorizados no condomínio. Com a identificação automática de carros autorizados é possível entrar na garagem sem a necessidade de parar por muito tempo – além de acabar com a dependência do controle para abrir o portão.

    6. Portaria remota

    A portaria remota é o que existe de mais avançado quando falamos sobre controle de acesso. Trata-se de um sistema em que o controle é feito por uma central à distância que utiliza ferramentas digitais para realizar esse controle.

    Os moradores recebem um controle de acesso para acessar o condomínio rapidamente. Já os visitantes devem utilizar o interfone para entrar em contato com a central de atendimento, que entra em contato com o morador para que seja autorizada a entrada do visitante.

     

    E então, você já conhecia esses tipos de controle de acesso? Qual você julga ser melhor solução para o seu condomínio? Deixe o seu comentário!