• Como deixar o condomínio seguro para os moradores?

    18 de dezembro de 2018

    Deixar o condomínio seguro é um dos grandes desafios para os síndicos brasileiros. Apesar de vários fatores influenciarem na satisfação dos moradores e colaboradores, certamente, a segurança está entre os principais deles. Com tantos problemas de segurança no país, todos buscam morar e circular em ambientes seguros.

    Mas quais são as melhores formas de deixar o condomínio seguro? Existem diversas estratégias e ferramentas que podem auxiliar nesse momento, porém, é preciso descobrir quais são as melhores práticas – sempre de olho nos limites orçamentários que podem existir.

    Para ajudá-lo a entregar a segurança que todos esperam, preparamos algumas dicas para deixar o condomínio mais seguro. Confira.

    O condomínio seguro deve ser prioridade da gestão

    O grande segredo para deixar o condomínio seguro está na atualização. Nos últimos anos, surgiram diversas maneiras de aumentar a segurança, que vão muito além de profissionais cuidando da portaria e câmeras de segurança. Além disso, é preciso pensar em todos os detalhes para acabar com as vulnerabilidades.

    Veja as principais dicas que você pode levar para o seu condomínio:

    Crie normas de segurança

    As normas de conduta definem práticas que devem ser adotadas pelos moradores e colaboradores – além de destacar atitudes que são proibidas, para minimizar os riscos. Quando todas as pessoas que circulam pelo espaço seguem essas normas, os riscos reduzem drasticamente.

    Ótimos exemplos de instruções que podem estar nas normas de segurança se referem a trancar os portões durante a noite ou não permitir o empréstimo de vagas na garagem para pessoas de fora do condomínio. Já para os profissionais da portaria, podem existir normas rígidas sobre a identificação das pessoas antes de entrar no condomínio.

    Busque profissionais capacitados

    Para deixar o condomínio seguro, é preciso contar com profissionais capacitados para cuidar da portaria, não é? Você pode buscar a contratação de funcionários ou, então, terceirizar esse serviço com empresas especializadas. Qualquer que seja a sua decisão, é fundamental que esses profissionais desempenhem um bom serviço para que todos fiquem mais seguros.

    Posicione corretamente as câmeras de segurança

    As câmeras de segurança já fazem parte da realidade de grande parte dos condomínios brasileiros. Porém, é essencial que elas estejam posicionadas corretamente – permitindo que todas as entradas estejam monitoradas. Dessa forma, é possível aumentar o esquema de segurança.

    Faça um cadastro dos moradores

    Principalmente em condomínios amplos, pelo qual existe uma grande circulação de moradores, colaboradores e visitantes, é muito importante que os moradores estejam cadastrados para facilitar a sua entrada e saída. Quando esse sistema funciona com eficiência, diminuem as chances de que estranhos entrem no condomínio sem que estejam autorizados.

    Estimule a colaboração de todos

    Todos os moradores e colaboradores podem contribuir para um condomínio seguro. Promova iniciativas que estimulem ações protetivas para manter a segurança de todos, convoque reuniões para tratar sobre a segurança com certa frequência e incentive o diálogo entre os moradores. A união de todos faz toda a diferença para inibir situações de risco.

    Explore a tecnologia

    Outra forma de deixar o condomínio mais seguro é explorar todos os benefícios da tecnologia. Seja com o uso de tags para permitir a entrada dos moradores ou com um sistema de portaria remota, você pode implementar as soluções tecnológicas para minimizar as chances de falha humana no controle de acessos.

    E então, gostou das dicas para deixar o condomínio seguro para os moradores e colaboradores? Quais dessas ações você já explora no seu condomínio? Deixe o seu comentário e até a próxima!